Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Pesquisadores do IRD participam de comitê científico das Nações Unidas sobre radiação

Dois pesquisadores do IRD foram indicados como representantes brasileiros na Unscear, o Comitê Científico das Nações Unidas sobre Efeitos da Radiação Ionizante. Lídia Vasconcellos de Sá e Denison de Souza Santos, respectivamente titular e suplente, participaram da 64ª reunião anual do organismo internacional, de 29 de maio a 2 de junho, em Viena, que reuniu 27 países-membros. Na ocasião, foram revisados documentos sobre fontes e efeitos da radiação ionizante, aprovado o relatório Unscear 2017 e, por fim, agendada a próxima reunião anual, de 23 a 27 de abril de 2018.


A pesquisadora Lídia Vasconcellos à direita, representante do Brasil, junto aos integrantes do Comitê Científico das Nações Unidas

Organismos internacionais na área de proteção radiológica como o Comitê Internacional de Proteção Radiológica (ICRP) e a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) utilizam as publicações da Unscear como base para suas atividades.  De acordo com o diretor do IRD, José Ubiratan Delgado, a participação em um fórum internacional de caráter técnico e de grande relevância para o Brasil como a Unscear “comprova a liderança e a contribuição do instituto com o avanço do conhecimento científico em proteção radiológica”.

Os pesquisadores integram grupos de trabalho em medicina nuclear e dosimetria e possuem ampla experiência em dosimetria externa e interna e proteção radiológica ocupacional. Vasconcelos é pesquisadora da área de física médica e Santos é chefe da Divisão de Dosimetria do IRD. Anteriormente, a representação na Unscear cabia ao pesquisador do IRD John Graham Hunt.


Especialistas organizam e avaliam informações científicas dos países-membros das Nações Unidas sobre temas envolvendo radiação ionizante

Mais informações sobre a Unscear em www.unscear.org.

registrado em:
Fim do conteúdo da página