Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do MCTIC visita IRD

O IRD recebeu a visita do secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Álvaro Toubes Prata e do coordenador-geral de Desenvolvimento e Inovação em Tecnologias Estratégicas Madison Coelho de Almeida, dia 31 de agosto. Eles se reuniram com a direção do IRD e chefes de setores para uma apresentação sobre as atividades institucionais.

Na Divisão de Emergência, conheceram como funciona uma situação real de emergência radiológica ou nuclear. Em uma simulação, o secretário foi paramentado com parte da indumentária utilizada e recebeu instruções sobre a logística e tecnologia envolvida na radioproteção, uso de detectores de radiação e dos equipamentos individuais de proteção pelos profissionais.


Representantes do MCTIC e gestores do IRD durante encontro realizado no campus da instituição, na Barra da Tijuca

O diretor do IRD Renato Di Prinzio explicou a importância do trabalho do IRD nas áreas de proteção radiológica, dosimetria, metrologia, ensino e pesquisa. ”É o trabalho do IRD que possibilita que os pacientes recebam dose segura de radiação e que os trabalhadores recebam dose dentro dos limites estabelecidos”. Acrescentou a importância da estação de monitoramento  relativa ao Tratado Internacional de Banimento Completo de Testes Nucleares que compõe rede da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e funciona 24 horas por dia realizando análises de partículas radioativas e gases nobres liberados na atmosfera. Segurança radiológica, treinamento de equipes que atuam em grandes eventos públicos e monitoração de taxa de dose em tempo real da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto, em Angra dos Reis, foram outros trabalhos enfatizados.

O assessor da Diretoria de Radioproteção e Segurança Nuclear da Comissão Nacional de Energia Nuclear Ricardo Guterrez lembrou que a cultura mundial de monitoração em grandes eventos tornou-se preocupação mundial após os atentados de 11 de setembro, nos Estados Unidos. Di Prinzio acrescentou que o instituto ministra cursos e treinamentos inclusive para outros países, por solicitação da AIEA.

O secretário enfatizou que um instituto como o IRD tem o papel de promover o desenvolvimento tecnológico, a inovação e contribuir com o setor industrial. De acordo com ele, é preciso produzir o avanço do conhecimento científico, mas também ter uma atuação em relação à  a atividade empreendedora, com a criação de start-ups de empresas, incluindo na formação dos estudantes de pós-graduação a importância dessa atividade. “Isso é importantíssimo para alavancar o desenvolvimento econômico e social”.

Reportagem e fotos: Lilian Bueno / Ascom IRD

registrado em:
Fim do conteúdo da página