Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Presidente e diretores CNEN visitam laboratórios do IRD
Início do conteúdo da página

Presidente e diretores CNEN visitam laboratórios do IRD

  • Publicado: Quinta, 11 de Janeiro de 2018, 15h04
  • Última atualização em Quinta, 11 de Janeiro de 2018, 16h40

Uma comitiva integrada pelo presidente da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) Paulo Roberto Pertusi e diretores da autarquia visitou o IRD no dia 10 de janeiro. Eles conheceram atividades desenvolvidas nas áreas de metrologia e dosimetria, além da estação de monitoramento global que integra rede de dados da ONU. A instalação transmite dados de leitura de radionuclídeos presentes na atmosfera para o centro internacional da Comissão Preparatória para a Organização do Tratado para a Proibição Completa de Testes Nucleares (CTBTO).


Pesquisadora apresenta atividades da Divisão de Dosimetria para Bressiani (E), Pertusi e Elizabeth Cunha.

O diretor do IRD Renato Di Prinzio destacou o amplo alcance social das atividades desenvolvidas pelo instituto. Pesquisadores e tecnologistas apresentaram pesquisas e serviços tecnológicos para o presidente Pertusi; o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento José Carlos Bressiani; o diretor de Radioproteção e Segurança Nuclear Alexandre Gromann; a diretora de Gestão Institucional Elizabeth Cunha.

De acordo com o presidente da Comissão, o instituto cumpre seu papel com excelência, inclusive no ensino e formação de profissionais e pesquisadores. Ele destacou ainda que é preciso fortalecer o planejamento estratégico da autarquia, investindo na sinergia entre os diferentes institutos e unidades do órgão.

Na metrologia, os gestores conheceram novos estudos e serviços tecnológicos do instituto que permitem que o Laboratório Nacional de Metrologia das Radiações Ionizantes, localizado no IRD por desginação do Inmetro, confira rastreabilidade à cadeia metrológica de radiações ionizantes no país. Essas medições são importantes em medicina, indústria, pesquisa e diversas outras áreas de amplo alcance social. O uso da tecnologia nuclear tem sido crescente em terapias e diagnósticos médicos, em controle de qualidade de processos industriais, entre outros setores.

Na dosimetria, o controle ocupacional de trabalhadores expostos à radiação é o objetivo do trabalho de um dos laboratórios visitados, que realiza leitura de dosímetros e mantém um banco de dados para avaliação das doses. Em outro laboratório, a comitiva pode conhecer o contador de corpo inteiro, equipamento que realiza a medição de profissionais que trabalham sob risco de incorporação de material radioativo, para realizar o controle desses indivíduos e promover a segurança. O objetivo do IRD é promover o uso seguro da radiação no país.

Texto e foto: Lilian Bueno/ Ascom IRD

registrado em:
Fim do conteúdo da página